×

Conheça o programa de Residência Técnica

PROFISSIONAIS RECÉM-FORMADOS TÊM A CHANCE DE AMPLIAR, PELA PRÁTICA, A SUA FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Residência Técnica em Projetos e Obras Públicas – ênfase em Edificações
e Infraestrutura Viária de Transportes: na segunda edição, com mais de 300 alunos.

A residência profissional, algo muito comum e conhecido na Medicina e outras áreas da saúde, também faz parte das Engenharias, em um Programa do Governo do Estado do Paraná. O objetivo é qualificar e habilitar profissionais com até três anos de formados, visando ao atendimento de demandas do próprio Setor Público. Denominado de RESTEC, o Programa coordenado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) contempla a realização de um curso de pós-graduação Lato Sensu (Especialização), com conteúdo teórico ofertado na modalidade a distância e atuação em ambientes de trabalho, sob a coordenação de um tutor. Os aprovados são lotados em diferentes órgãos da Administração Pública Estadual e cumprem 30 horas semanais destas atividades práticas. Cada residente técnico recebe mensalmente bolsa- auxílio e auxílio- transporte.

“Um dos objetivos mais relevantes do RESTEC é proporcionar o intercâmbio de aprendizados e experiências para profissionais recém-graduados. De um lado, o Estado insere esses jovens em experiências reais de trabalho, possibilitando que os residentes conheçam as especificidades de projetos e obras públicas. De outro, os residentes contribuem com conhecimentos técnicos adquiridos em seus cursos”, conta o reitor da UEPG, Miguel Sanches Neto. Para ele, é uma grande satisfação oferecer o Programa inédito no Brasil por meio de uma instituição pública.

Residência Técnica em Engenharia e Gestão Ambiental: mais de 300 alunos em três edições.

“As residências técnicas são respostas novas para a formação universitária no Brasil, um conceito que amplia a experiência prática, o que gera mais oportunidades para os egressos”, continua Sanches Neto. Hoje, as residências técnicas, coordenadas pelo Departamento de Engenharia Civil da UEPG, acontecem em duas áreas:

  • Residência Técnica em Projetos e Obras Públicas: ênfase em Edificações e Infraestrutura Viária de Transportes, que está na segunda edição, com mais de 300 alunos matriculados.
  • Residência Técnica em Engenharia e Gestão Ambiental, que já formou mais de 100 residentes na 1a edição e tem hoje, somando a 2a e 3a edições, mais de 300 alunos matriculados.

As residências ainda estão em andamento e, por isso, não há previsão de abertura de novos editais. Com carga horária de 500 horas, os cursos são totalmente custeados pelo próprio Programa (gratuito aos candidatos). O reitor ressalta que as universidades estaduais do Paraná deixam para as gerações futuras como legado um patrimônio humano, técnico e intelectual com alto poder transformador, e que um bom exemplo disso são estes programas, que demonstram um compromisso das instituições paranaenses com o desenvolvimentosocial.

Deixe seu comentário

Deixe seu e-mail