×

Crea-PR amplia ações de inserção profissional

FORTALECIMENTO DE PARCERIAS COM INSTITUIÇÕES DE ENSINO, PROGRAMA CREAJR-PR E AÇÕES DE ORIENTAÇÃO AOS FUTUROS PROFISSIONAIS VALORIZAM SUA ENTRADA NO MERCADO DE TRABALHO E A ATUAÇÃO ÉTICA

Uma pesquisa do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA) e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), realizada no final de 2018, revelou que, em dez anos, o Paraná viu crescer seu número de engenheiros em 35%. Hoje, as profissões que o Conselho representa ajudam a construir o Paraná, do ponto de vista estrutural e econômico. “Embora estejamos passando por um momento crítico no cenário econômico e no sistema de saúde, as Engenharias, Agronomia e Geociências vem sendo os pilares de sustentação da economia brasileira. O volume de atividades profissionais em todo o país cresceu significativamente, e este cenário atual torna ainda mais complexo o desafio de exercer as profissões”, avalia o presidente do Crea-PR, engenheiro civil Ricardo Rocha.

Por isso, integrar a formação com o exercício ético e responsável das profissões é uma função importante do Crea-PR. E a autarquia tem trabalhado, cada vez mais, na aproximação junto às Instituições de Ensino com ações que estimulem e permitam preparar melhor os futuros profissionais. Isso inclui o Programa de Inserção Profissional que, além de cursos gratuitos de capacitação, traz publicações técnico-científicas, bancos de empregos e estágios, o Programa CreaJr, convênios e parcerias com outras instituições.

“Vale ressaltar que o curso, uma vez autorizado pelos órgãos de controle, tem obrigatoriamente que estar cadastrado junto ao Sistema Confea/Crea para que o futuro egresso possa ter o seu registro e estar habilitado, de fato e de direito, a exercer sua profissão”.

Fortalecimento de ações com as Instituições de Ensino

Diversas ações e grupos no Crea-PR trabalham em prol da aproximação com as Instituições de Ensino, beneficiando os acadêmicos, profissionais e a sociedade.
A Comissão de Educação e Atribuição Profissional trata dos assuntos relativos à educação e ao ensino profissional no âmbito das profissões do Sistema Confea/ Crea; propõe soluções para estimular a questão da qualidade acadêmica; sobre atribuição de títulos, atividades e competências profissionais; e tem concentrado esforços em auxiliar e contribuir com a regularidade dos cursos. “Vale ressaltar que o curso, uma vez autorizado pelos órgãos de controle, tem obrigatoriamente que estar cadastrado junto ao Sistema Confea/Crea para que o futuro egresso possa ter o seu registro e estar habilitado, de fato e de direito, a exercer sua profissão”, atesta o presidente.

O Colégio de Instituições de Ensino, com uma estrutura regionalizada e coordenações em cada uma das regionais do Crea-PR, contempla mais de 400 educadores das áreas das Engenharias, Agronomia e Geociências, e atua fortemente na busca de parcerias que auxiliem na melhoria da qualidade de ensino e na melhoria e preparação dos futuros profissionais.

Conforme afirma o presidente Ricardo Rocha, “as Instituições de Ensino possuem papel fundamental no Sistema Profissional, não apenas por sua responsabilidade na formação dos egressos, mas porque possuem espaço no Plenário do Crea-PR, por meio de seus conselheiros representantes. Consideramos que a união de forças entre os Colegiados do Conselho e as Instituições de Ensino é fator indispensável para o fortalecimento da classe profissional, além de gerar benefícios para a sociedade na implantação dos programas quepodem ser realizados em conjunto”. A aproximação entre as instituições faz parte das ações realizadas junto às maiores universidades do Paraná, alinhada a um dos objetivos do Planejamento Estratégico 2021- 2023: Fortalecer as parcerias e consolidar a gestão cooperativa entre o Crea-PR, seus colegiados, Entidades de Classe e as Instituições de Ensino por meio de nosso Planejamento Estratégico.
Entre os produtos do Crea-PR voltados para as ações conjuntas com as IEs estão: a Revista Técnico- científica; o Prêmio Melhores TCCs, que valoriza estudantes e orientadores; o Prêmio Destaque Profissional categoria Educador; o Programa CreaJr; mais de 200 horas de cursos gratuitos on-line, que podem ser utilizados para compor atividades acadêmicas complementares; o Portal da Educação, que concentra as informações sobre todos esses produtos; e a disponibilidade de informações de atuação profissional dos egressos.

Nos meses de julho e deste ano foram realizados diversos encontros entre o presidente do Crea-PR e outros representantes do Conselho e reitores e diretoria de IEs de todas as regiões do estado, que devem resultar em parcerias benéficas aos acadêmicos, aos profissionais e à sociedade.

“O volume de atividades profissionais em todo o país cresceu significativamente, e este cenário atual torna ainda mais complexo o desafio de exercer as profissões”.

Deixe seu comentário

Deixe seu e-mail