×

CREA-PR relação de apoio com as entidades de classe

Ao longo do ano, parcerias entre as instituições beneficiam milhares de profissionais

Fortalecer as parcerias e consolidar a gestão cooperativa. Sendo esse um dos Objetivos Estratégicos, o Crea-PR vem desenvolvendo uma série de ações junto às Entidades de Classe (EC), que incluem programas e parcerias, com resultados significativos que beneficiam os profissionais e a sociedade. Saiba como são realizadas essas ações conjuntas.

EDITAIS DE CHAMAMENTO PÚBLICO

lançado pela primeira vez em 2016, são sete edições do Edital, com 270 parcerias assinadas e R$ 5,5 milhões de repasse a 50 entidades participantes. Dentre as ações executadas nas parcerias, estão projetos multidisciplinares que abrangem cursos, palestras, revistas técnicas, workshops, boletins técnicos e aplicativos, que beneficiaram mais de 70 mil profissionais participantes em todo o Estado do Paraná.

07 EDITAIS
270 TERMOS DE FOMENTO / COLABORAÇÃO
R$ 5,5 MILHÕES DE REPASSE 50 ENTIDADES DE CLASSE
70 MIL PROFISSIONAIS BENEFICIADOS

PROEC – PROGRAMA DE APOIO À SUSTENTABILIDADE DAS ENTIDADES DE CLASSE  criado em 2017 e coordenado pelo CDER (Colégio de Entidades de Classe), tem o objetivo de realizar um conjunto de ações do Conselho junto às Entidades de Classe para buscar o seu equilíbrio financeiro e de gestão. Dentre as mais de 700 ações do ProEC estão treinamentos, palestras, cursos com os mais variados temas de interesse das Entidades, além do desenvolvimento do planejamento estratégico dessas instituições, que apontaram o tema como uma necessidade importante para sua sustentabilidade.

A AGENDA PARLAMENTAR DO CREA-PR é um programa de contribuição dos profissionais em apoio aos gestores públicos, onde são diagnosticadas situações com proposta de soluções e melhorias na implantação de políticas públicas nas áreas das Engenharias, Agronomia e Geociências. Os debates são realizados em âmbito municipal, regional, estadual e até nacional. Nos últimos 12 meses, a Agenda Parlamentar chegou a 142 municípios, foram cadastrados 225 Estudos Básicos de Desenvolvimento Municipal (EBDM), sendo 24 EBDMs já acatados por municípios, além de produção de mais de 40 Cadernos Técnicos distribuídos em quatro eixos: Saneamento e Resíduos; Infraestrutura, Mobilidade e Transporte; Desenvolvimento Regional Integrado; e Desenvolvimento Rural.

12 MESES
142 MUNICÍPIOS
225 ESTUDOS BÁSICOS DE DE- SENVOLVIMENTO MUNICIPAL
24 EBDMS ACATADOS PELOS MUNICÍPIOS
40 CADERNOS TÉCNICOS

PROGRAMA CASA FÁCIL, ação de Engenharia Pública que estabelece uma parceria com as Entidades de Classe e Prefeituras Municipais para a construção de moradias populares com até 70m2, beneficiando famílias com renda limitada a três salários mínimos. Nos últimos 10 anos, o programa beneficiou mais de 60 mil famílias com mais de 3,5 milhões de metros quadrados construídos.

PRÊMIO CREA DA QUALIDADE PCQ, programa anual que reconhece profissionais e as Entidades de Classe que tiveram destaque em sua atuação ou seu sistema de gestão. Reconhecer por meio desse Prêmio significa destacar, dentre as organizações participantes de cada ciclo, aquelas que evidenciam melhoria gerencial na direção da sustentabilidade, qualidade dos serviços, da satisfação dos associados e dos benefícios à sociedade.

POLÍTICA DE LOCAÇÃO DE ESTANDE, para promover e fortalecer a imagem e o papel fiscalizador do Conselho junto a sociedade e aos profissionais, onde o Crea-PR participa de eventos de interesse das áreas das Engenharias, Agronomia e Geociências. Nos últimos três anos foram atendidas mais de 50 solicitações de estandes pelas Entidades de Classe.

BENEFÍCIOS DAS PARCERIAS

O presidente da AEBAN- Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região de Bandeirantes, engenheiro mecânico Aylton Veronez Júnior, cita que a Associação ofertou diversos cursos. Entre eles estão Avaliação de imóveis rurais, Perícia judicial, Auditoria interna, Auditoria líder, PPRA, RTCAT, PCSM- SO, Medições de periculosidade e Insalubridade. “Participei de diversos cursos e estou desenvolvendo minha carreira na área de perícia judicial, após ter acesso a todo o conteúdo”, conta. Para ele, além da gratuidade, a grande vantagem é não precisar mais se deslocar até cidades vizinhas para se aperfeiçoar.

O presidente do Ceal – Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina – engenheiro civil Decarlos Manfrin, conta que os programas do Crea-PR são direcionados a beneficiar os profissionais que estão conectados com as Entidades de alguma forma. “E isso reforça a importância de fazer parte de uma EC”, destaca.

NOVO SITE

Recentemente, o Crea-PR lançou um site especialmente para fomentar o associativismo. O objetivo é aumentar o número de associados das entidades, divulgar e utilizar as boas práticas realizadas e aumentar o leque de benefícios proporcionados por elas aos profissionais, como descontos ou gratuidade em cursos e palestras, planos de saúde, uso de auditórios, administração de consórcios, entre outros.

Hoje estão registradas no Crea- PR 95 entidades, sendo 64 com representação no Conselho, com poder de voto e de proposição nas pautas do Plenário e das Câmaras Especializadas. “Acreditamos que Entidade de Classe forte, profissional forte, Conselho forte! São as ECs que promovem capilaridade de ações nas Engenharias, Agronomia e Geociências e representam os profissionais dentro do Sistema Confea/Crea. Assim, são elas que tem força para se impor e propor ideias e soluções para o desenvolvimento e a melhoria de qualidade de vida das pessoas e conquistar espaço e reconhecimento para as profissões em suas regiões”, finaliza o gerente do Departamento de Relações Institucionais do Crea-PR, Claudemir Prattes.

Deixe seu comentário

Deixe seu e-mail