×

Iniciativa inédita no estado, prêmio empresa inovadora conta com o apoio do CREA-PR

Atualmente o Paraná é Considerado o segundo estado mais inovador do país


Lideranças participam do lançamento do Prêmio Empresa Inovadora, no Palácio Iguaçu (Curitiba).

É o que revela o Índice de Inovação dos Estados, divulgado no primeiro semestre deste ano pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará. De acordo com a pesquisa, o Paraná também ocupa a vice-liderança em investimentos em ciência e tecnologia, atrás apenas de São Paulo.

O estudo leva em consideração oito indicadores, que medem elementos de infraestrutura e capital humano, abrangendo desde a capacidade de inovação aos resultados concretos de cada estado. A expectativa para os próximos anos é de que programas em tecnologia no campo, capacitação profissional e produção científica agreguem ainda mais no desenvolvimento do Paraná.

Em sintonia com essa tendência, foi criado o Prêmio Empresa Inovadora, lançado oficialmente em cerimônia no Palácio Iguaçu (Curitiba) em agosto deste ano.

Desenvolvido pela Viasoft, com o incentivo do Governo do Paraná por meio da Superintendência Geral de Inovação/SGI e da Casa Civil, a premiação avaliará, de forma gratuita, o nível de inovação das organizações paranaenses inscritas, promovendo o desenvolvimento da economia local. Um Diagnóstico elaborado por especialistas da área funcionará como uma “consultoria” para as instituições participantes, indicando caminhos e soluções que favoreçam novas soluções.

De acordo com Itamir Viola, presidente da Viasoft e idealizador do prêmio, o objetivo é fomentar a cultura de inovação local. Viola explica que, para além de um reconhecimento individual, a intenção é promover uma mudança de mentalidade nas organizações, favorecendo o ecossistema como um todo. “O Prêmio surgiu da necessidade de estimularmos a inovação como um projeto prioritário nas empresas. Muitas organizações acabam indo à falência por não olharem os processos de inovação como algo estratégico. A inovação, antes de mais nada, sinaliza o crescimento dos negócios. Sempre que há esse desenvolvimento, gera-se renda e progresso para a sociedade”, explica.

Além do reconhecimento e estímulo para dar continuidade a esse desenvolvimento, o prêmio também é uma oportunidade das marcas reforçarem a imagem de inovadoras perante o mercado, incorporando novas técnicas e processos. Além disso, a experiência nessas premiações contribui diretamente para que as instituições alcancem um olhar macro do cenário em que estão inseridas.

“O objetivo é inspirar. Se conseguirmos premiar e reconhecer a atuação dessas empresas inovadoras, temos certeza de que elas servirão de cases para outras instituições. Ou seja, a tendência é de mobilizar as empresas em direção a um processo de inovação, gerando mais competitividade e eficiência para todos envolvidos”, garante Viola.

O prêmio conta com o apoio de quatro entidades estaduais, que são responsáveis, cada uma, por um segmento: Crea-PR (Serviços e Engenharias); Fecomércio (Varejo); Ocepar (Cooperativas) e Senai (Indústria). A Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação do Paraná (Assespro-PR) e a consultoria em inovação Haze Shift também são corealizadoras da iniciativa.

Presidente do Crea-PR, entidade que representa mais de 60 mil profissionais no estado, o Eng. Civil Ricardo Rocha de Oliveira afirma que a premiação terá papel fundamental para estimular novas soluções para diversas áreas da economia. Rocha explica ainda que o concurso deve fazer com que as empresas da região adquiram experiência com as metodologias e reflexões promovidas. “Será um grande ganho para todos. Ser apoiador deste evento é muito importante para o Crea-PR, pois representamos diversos profissionais da área tecnológica e que estão envolvidos diretamente com a área de inovação. A sobrevivência dessas empresas está ligada diretamente à transformação que pode ser promovida através desses produtos e serviços”, afirma Rocha.


Presidente do Crea-PR, Ricardo Rocha, representa o Conselho no lançamento do Prêmio.

PRÊMIO ACONTECERÁ EM QUATRO ETAPAS

Para concorrer ao prêmio, os participantes devem passar por quatro etapas principais. Na primeira, a empresa preenche um diagnóstico de inovação, um documento principal que detalha as ações e os processos internos. A avaliação é feita por especialistas de renome na área, que analisam nove aspectos principais.

Em um segundo momento, a organização recebe uma devolutiva do diagnóstico de inovação. De acordo com os critérios pré-estabelecidos, as melhores colocadas avançam para a próxima fase. No terceiro ciclo, é realizada uma entrevista virtual em que são selecionadas oito empresas de cada segmento.

Por fim, é agendada uma segunda entrevista virtual com uma banca de juízes para determinar as organizações premiadas. A entrega da honraria, prevista para o dia 1 de dezembro, reconhecerá as três empresas mais bem colocadas em cada setor. A ocasião também reconhecerá a instituição mais inspiradora, que será escolhida através do voto popular. Mais empremioempresainovadora.com.br

“O objetivo é inspirar. Se conseguirmos premiar e reconhecer a atuação dessas empresas inovadoras, temos certeza de que elas servirão de cases para outras instituições.”

Deixe seu comentário

Deixe seu e-mail